#Dilma diz que Michel Temer e seus aliados “confessam o golpe”

Na primeira entrevista desde seu afastamento, a ex-presidente Dilma Rousseff citou a declaração em que Michel Temer diz que o impeachment foi motivado por Dilma não aceitar o plano econômico do PMDB, e não por supostas irregularidades praticadas por ela. A fala de Temer foi noticiada em primeira mão pelo The Intercept Brasil na quinta-feira (22) passada.

Veja a declaração de Dilma aqui:

“Além disso, havia também os que, com prontuário, queriam uma outra coisa: ‘Vamos aplicar um programa de governo que não foi aprovado nas urnas, um outro programa de governo.’ E isso tá sendo confessado, tem uma coisa interessante nesse golpe, eles confessam o golpe. Dois dias depois. Eles vão confessando. A última confissão foi feita pelo presidente ilegítimo e usurpador, atual no cargo, que disse o seguinte: ‘nós fizemos o impeachment para poder aplicar o programa Ponte para o Futuro’. Ora, o programa Ponte para o Futuro, que tira direito trabalhistas, tira direitos sociais, que privatiza, que vende as terras a estrangeiros, esse programa não foi aprovado nas urnas. Então, essa é uma outra razão do golpe.”


A entrevista foi conduzida pelo jornalista Bob Fernandes para a TVE Bahia e será transmitida nesta terça-feira, às 20h40, na TVE e no portal do canal.

O comentário da ex-presidente refere-se a um discurso dado por Temer na sede da Sociedade Americana/Conselho das Américas (AS/COA), em Nova York, na quarta-feira passada, dia 21, quando disse que ele e seu partido começaram a articular o afastamento de Rousseff em consequência direta da não aceitação, pela ex-presidente, do programa neoliberal do PMDB chamado “Ponte para o Futuro”.

Veja o vídeo aqui:

No mesmo evento em Nova York, as medidas foram descritas em mais detalhes pelo Ministro da Fazenda, Henrique Meirelles. O grupo de empresários na plateia era composto membros corporativos do Conselho das Américas (COA) e convidados das organizações colaboradoras, a AmCham, Câmara Americana de Comércio Brasil-Estados Unidos e BRAiN, Brasil Investimentos & Negócios.

Ao fim da palestra, os investidores tiveram a oportunidade de fazer ao ministro apenas duas perguntas que ilustram bem as preocupações que Dilma cita na entrevista à TVE. Um representante do setor automotivo perguntou “quando será que estrangeiros adquirirão terras no Brasil”, e um participante que não se identificou perguntou sobre os “planos do governo para lidar com possíveis agitações sociais em consequência a essas medidas que afetarão os bolsos de todos os brasileiros”.

A fala inesperada de Temer foi noticiada por vários meios de comunicação da mídia independente, mas foi completamente ignorada por toda a mídia tradicional, com exceção da revista Exame, Carta Capital e Jornal do Brasil.

Sign up for The Intercept Newsletter here.

The post Dilma diz que Michel Temer e seus aliados “confessam o golpe” appeared first on The Intercept.

from The Intercept ift.tt/2dpsO0S

Leave a Reply

Your email address will not be published.

The CAPTCHA cannot be displayed. This may be a configuration or server problem. You may not be able to continue. Please visit our status page for more information or to contact us.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.